terça-feira, janeiro 08, 2008

Accidentes e Peripécias #1

Orgulhosamente dou caminho a uma nova rubrica!

Porque são estas pequenas coisas que fazem-nos sentir vivos, são estes pequenos tropeções que nos fazem levantar novamente e chegar um pouco mais acima (piso 12 - estomatologia)!

Porque há outros que não tem volta a trás e porque é sempre melhor gastar o dinheiro nestas coisas (seguro paga) do que estar a gastá-lo a sair a noite/copos/tabaco/droga!

Por tudo isto e muito mais...

Amanhã voltarei a sorrir :D

3 Comments:

At 11:14 da tarde, Blogger Garfield & Bart said...

E agora quando tiveres os arames vais ficar aí com uma cramalheira 5 estrelas. Verdadeiro sorriso pepsodente. Abraço

 
At 4:53 da tarde, Blogger Gonçalo Avelar said...

Eu já tenho avisado a muito boa gente que o desporto de alta competição é nocivo para a Saúde, temos os problemas cardiovasculares a longo prazo, como também estes imediatos...
Eu cá prefiro gastar dinheiro no tabaco, bebida e noite do que andar com um braço engessado ou a crambalheira toda fod... Claro que são opções...
Mas tu és reincidente, toma cuidado! LOOOLL
Abraço e as melhoras

 
At 5:07 da tarde, Blogger Pingalin said...

lol!

Reincidência é um pecado de todos nós.

Felizmente não vai ser necessário utilizar ferros :)

É verdade que o Desporto de Alta Competição não é a actividade mais saudável, mas o problema é passar desta para o sedentarismo.

Aqui apercebemos-nos do mal que nos provoca, com o tabaco e o álcool infelizmente não se tem essa percepção, ou quando se tem já é tarde demais!

O prazer que possa trazer muitas vezes vai camuflando o deterioramento da saúde inevitável associado ao consumo de drogas tanto das socialmente aceites como de todas as outras!

Claro está deixo a janela aberta aos consumos moderados, mas a definição de consumo moderado (médico) é muito menor do que aquele que a sociedade tem instituído, claro está é um consumo moderado que fica à responsabilidade de cada um e segundo o seu bem-estar.

Aqui entra o conceito de proibir que muitas vezes só trás é mais adição, por isso penso que a solução está na consciencialização dos riscos e da responsabilidade pessoal dos actos de cada um. Sendo cada qual de decidir os seus hábitos sendo eles nocivos ou não!

Deste modo acredito que estando a população bem informado dos riscos não existe justificação para os danos na saúde provocados pelo abuso de substâncias nocivas sejam comparticipados pelo estado.

Enfim deixo aqui muitos assuntos que necessitariam maior reflexão e muita mais discussão...

A todos um grande abraço.

 

Enviar um comentário

<< Home

Free counter and web stats